domingo, 8 de fevereiro de 2009

Polêmicas hifenísticas e o Dr. Benvindo

O ponto mais polêmico do Acordo é o hífen. Hoje, no Estado de S. Paulo, o gramático Evanildo Bechara faz algumas considerações sobre o comportamento de "bem" prefixado.

No final das contas, "bem-vindo" ou "benvindo"? "Bem-feito" ou "benfeito"?

Segundo o texto do Acordo (cf. Base XV, 4º), o certo seria "benfeito": o advérbio "bem" aglutina-se com um segundo elemento que não começa por vogal ou h. Também "benvindo".

Evanildo Bechara conclui — "benfeito" é homófono de "bem-feito", mas são palavras com significados distintos "que o bom-senso e a fidelidade à intenção comunicativa mandam distinguir graficamente". "Bem-feito", adjetivo, teria a ver com o que é elegante, feito com esmero. Ao passo que o substantivo "benfeito" estaria ligado à ação de fazer o bem.

No caso de "bem-vindo" e "benvindo", o primeiro é adjetivo, aquele que é
bem-aceito num grupo, numa comunidade.
O segundo é nome próprio, "Benvindo", como no caso de Dr. Benvindo de Salles, uma das maiores autoridades no Brasil em orquídeas!

34 comentários:

  1. Porém, a regra diz que quando o prefixo termina com consoante e o radical e inicia com consoante diferente, usa-se o hífen. Neste caso, fica BEMVINDO (infringindo uma outra regra ortográfica que reza: usa-se "m" antes de "P" e "B".

    ResponderExcluir
  2. Antes!!! como nas palavras TAMBÉM, TAMPOUCO, mas em BEMVINDO???

    ResponderExcluir
  3. No Volp não existe mais "bem-feito", só "benfeito".

    ResponderExcluir
  4. A Academia Brasileira de Letras, responsável pela língua pátria, diz o seguinte:“Pelo novo acordo, o prefixo bem só não terá hífen se o segundo elemento for um derivado de fazer ou querer: benfeito (a), benfeitor, benfazejo, benfeitoria, benquerer, benquisto, benquerença etc. O advérbio bem é usado com hífen em todos os outros casos: bem-administrada, bem-elaborada, bem-estar, bem-criado, bem-falante, bem-ditoso, bem-aventurado, bem-humorado, bem-vindo(s), bem-te-vi, bem-sinalizado, bem-sucedido, bem-nascido etc.”

    ResponderExcluir
  5. cacete, não sei mais como escrever!! que des-espero!!

    ResponderExcluir
  6. Idem....Não aguento mais pesquisar sobre....

    ResponderExcluir
  7. AFINAL, É BEM-VINDO OU BENVINDO?

    ResponderExcluir
  8. Se nem os doudores ou a pr[opria academia sabem, por que eu tenho que saber se é bem-vindo ou benvindo???? Eita reformazinha porca!!!

    ResponderExcluir
  9. Então, moro em goiânia e o presidente Lula esteve aqui, estava observando uma faixa com a escrita: Seja Benvindo Presidente Lula, foi então que tive a curiosidade de procurar a forma correta de escrever esta palavra, só que a duvida aumentou, alguém sabe qual é a forma correta????

    ResponderExcluir
  10. Sou revisora de textos e o padrão adotado é o estabelecido pela Academia (consta no VOLP, 5ª edição):

    bem-vindo
    Benvindo (nome de homem)
    benfeito(a) em qualquer sentido ou classe de palavra

    ResponderExcluir
  11. SIMONEY DE OLIVEIRA FERREIRA26 de fevereiro de 2010 11:01

    AGORA COM ESSA REFORMA ORTOGRÁFICA FICOU MAIS DIFÍCIL DE SABERMOS QUAL A PALAVRA CORRETA, BEM VINDO OU BEM-VINDO.


    SIMONEY DE OLIVEIRA FERREIRA
    SANTANA - AP

    ResponderExcluir
  12. O Professor Pasquale, autoridade em "Nossa Língua Portuguesa" acabou de dizer no programa homônimo da Rádio Cultura que é bem-vindo.

    ResponderExcluir
  13. Com toda essa ausência de entendimento sobre a nova ortografia, os nossos deputados aprovaram o que nem sabiam do que tratava, para satisfazer aos acadêmicos que, agora, lavam as mãos. E o país gastou milhões para desaprendermos e ficarmos no limbo. Regina

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente, essa informação desinformadora, é complicado!!!!! ficamos praticamente nus...

    ResponderExcluir
  15. Coitadinhas de nossas crianças e seus respectivos professores!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Luiz César Maciel do Nascimento1 de junho de 2010 00:08

    Vou escrever em latim sem medo de errar: Salve!

    ResponderExcluir
  17. Acredito que escrever com clareza seja o mais importante. Ninguém desqualificaria um texto só poruqe o autor escreveu benvindo ou bem-vindo... uiiiii que dúvida!

    ResponderExcluir
  18. A forma correta é "dúvida", com acento agudo no u.

    ResponderExcluir
  19. Como não sabemos e como está confuso, mudemos a palavra. Em vez de benvindo ou bem-vindo ou bemvindo, esceveremos 'saudamos' a todos ...

    ResponderExcluir
  20. Quanto ao Bem-vindo no sentido de acolher, está claro no comentario acima, do dia 22/09/2009. Basta ler que está bem claro. O problema ficou nos tremas. como dizer a um estrangeiro queijo se lê keijo e não cueijo, e que frequência se lê frecuência e não frekência. Nesta questão (LEIA-SE kestão ou cuestão?) apanharam FEIO.

    ResponderExcluir
  21. O comentário do dia 26/02/2010, da Digna Revisora de Textos, é muito bem colocado e dirime boa parte das dúvidas. É necessário admitirmos a correta escrita e fala. Afinal., somos um grupo cultural e linguístico, De nada vale nos escondermos em desculpas mesquinhas e enfadonhas. Feliz de quem busca e entende a filologia da língua que fala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprenda então a usar a pontuação correta.ohhhhh filologicamente correto (a)

      É necessário admitirmos a correta escrita e fala. Afinal*.,* somos um grupo cultural e linguístico *,* De nada vale nos escondermos....

      Usei * * para sinalizar os seus deslizes

      Excluir
  22. "A Academia Brasileira de Letras, responsável pela língua pátria" -- desculpe-me, mas é uma academia que abriga Paulo Coelho e José Sarney. Não reconheço sua autoridade sobre a MINHA língua pátria de forma nenhuma.

    Amigos, já está claro que essa "disforma ortográfica", como a chamo, deve ser desfeita o quanto antes. Mudaram o que não precisava mudar, e as estranhezas de antes continuaram. Ou seja, tranformaram a língua em um monstro de Frankenstein e, pior, sozinho e sem noiva: os outros países não a adotaram, não devem adotar e nem precisam.

    Pelo fim imediato dessa vergonha que nos foi imposta.

    ResponderExcluir
  23. A academia precisa de gente nova p/ assumir a BADERNA que virou, e escrever com K o que tem som de K (EX: kaza)com Z o que tem som de Z, som de S com S, e assim por diante, parar com a palhaçada, sofrem os alunos e professores, basta observar os jovens escrevendo nos msn, orkut, twiter... tudo "errado" ???? o que vs. acham?? Axam??

    ResponderExcluir
  24. AS CRIANÇAS EM ALGUMAS ESCOLAS APRENDEM QUE O Nº 14 CATORZE, EM OUTRAS QUATORZE, NOS CHEQUES APRENDIA-SE CATORZE, E ...COMOM´´E´´?

    ResponderExcluir
  25. Será que Portugal realmente tirou o "c" da palavra "acção"? Teremos que esperar uns 5 anos para ver se essa folia ortográfica vai servir lá também.

    ResponderExcluir
  26. Realmente acho que deveríamos nos preocupar com coisas mais importantes do que essa mistura de fonemas e caracteres históricas, afinal levamos uma vida inteira para aprender essas coisas, olha:

    bem-vindo ou benvindo? Há quem diga que se escreve as duas formas como adjetivo,
    veja o que diz o dito Prof. Pasquale da TV Escola:
    (http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/linguaportuguesa/ortografia/hifen-bem-vindo.htm)

    berinjela ou beringela? "Quebramos a cabeça" para lembrar a forma correta e quando vamos ao dicionário, vemos:
    berinjela no Brasil
    beringela em Portugal

    Cálix, mas se lê com som de kális
    e o plural é cálices!

    Garagem, garage, garajem ou garaje?
    É garagem, mas também é garage.

    E pior:
    é enchugar ou enxugar?
    é inchado ou inxado?

    Vivemos 100 anos e nunca sabemos com segurança o que é assim e o que é assado.
    E pra quê?

    Deveríamos simplificar nossa escrita e facilitar para nossos pequenos estudantes.
    E acabar com esse papo de xis com meia dúzia
    de sons.

    Hexa lê-se /eksa/
    Meu Deus! É grego antigo!
    É do tempo em que os gregos antigos estavam aprendendo a escrever ainda.

    É o presente que os gregos deixaram para nós.

    ResponderExcluir
  27. ""Bem-feito", adjetivo, teria a ver com o que é elegante, feito com esmero. Ao passo que o substantivo "benfeito" estaria ligado à ação de fazer o bem."
    pra mim não faz sentido: 1. se a palavra é benfeitor, aí tudo bem!
    2. já que foi citado o bom senso e fidelidade à intenção comunicativa: o feito com esmero, adjetivo, faz mas sentido pra mim ser bem feito, sem hífen. feito de maneira boa.
    3. concordo com o benfeito quando substantivo.
    4. existem benvindo e também bemvindo como nomes próprios.
    5. Grato pela pela iniciativa das suas publicações, me auxiliou mesmo!

    ResponderExcluir
  28. Pois é pessoal. Parece que os gramáticos querem mesmo é vender livros. Ora bolas, escrevemos a palavra "hoje" com "h" porque em latim escrevia-se "hodie". E daí? Que tal escrever "oje" sem o "h"? Para mim não iria mudar nada. Por fim, escreveríamos bem vindo, sem hífem (e por quê não ífem?. Por enquanto eu escrevo bem-vindo, e se amanhã eu mudar de idéia, escreverei benvindo (se é com letra minúscula, não pode ser nome de pessoa, certo? Se for no início da frase, vai depender do sentido da mesma.) porque qualquer cidadão verá que é a mesma coisa.Fico de "camarote" enquanto vocês discutem. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  29. É por escreverem como falam que chegamos a este ponto. Caso aprendessem a escrever, isto não seria necessário.

    ResponderExcluir
  30. Apesar de tudo, amo nossa língua e adoro pesquisar quando me surgem as dúvidas!

    ResponderExcluir
  31. Essa reforma foi uma forma que acharam de transformar os brasileiros em analfabetos, como o então presidente Lula, um dos defensores dessa mediocridade.

    ResponderExcluir
  32. Obrigada por esclarecer minha dúvida e explicar o porquê.

    ResponderExcluir