segunda-feira, 13 de abril de 2009

Dupla grafia

Um dos jeitinhos do Acordo (afinal, o Acordo não é dinamarquês!) consiste no expediente da dupla grafia. Palavras que podem ser escritas de dois modos, lá e cá, ao gosto do freguês e ao sabor do "sotaque" de cada um (aliás, o sotaque é sempre o do outro...).

Podemos escrever "característica" ou "caraterística", "céptico" ou "cético", "conjectura" ou "conjetura", "aspecto" ou "aspeto", "corrupto" ou "corruto"...

Parece estranho ao olhar e ao ouvido, mas pelo menos ficarão tranquilos os que temiam perder alguma coisa, particularmente os portugueses no que diz respeito a "facto", que poderá ser escrito assim (a Base IV do Acordo prevê e permite) ou "fato".

6 comentários:

  1. Caro amigo, no artigo "Quem sou eu", surge, depois de São Paulo, o país... que é "Brazil".
    De repente escreve em inglês, ou isso é a sua maneira de aplicar o novo acordo ortográfico, com a célebre dupla grafia?
    Pinto (prof de Português, Portugal)

    ResponderExcluir
  2. valeu ae pela força viu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLHA A LINGUAGEM SEJA INFORMAL

      Excluir
  3. já aprendi o suficiente!

    ResponderExcluir